• Programa Primeiro Emprego
  • Programa Mais Futuro
  • Governo - Hospital N. S.do Bom Sucesso em Cruz das Almas
  • Governo - Anel Viário de Candeias

Notícias

27/02/2017 12:02

Carnaval movimenta rede hoteleira na Bahia

Seja para quem quer brincar o Carnaval, relaxar ou mesmo aliar as duas alternativas, a Bahia tem opções para todos os gostos. Com 13 zonas turísticas, que contemplam atrativos variados, como belas praias, patrimônio histórico e cultural, boa infraestrutura hoteleira e oferta de serviços qualificados, o Estado tem tudo para agradar ao visitante.

Não por acaso, a Bahia recebe, até o fim do verão, cerca de 5 milhões de turistas, número 5% maior que na temporada passada. Destes, entre 1,5 milhão e 2 milhões passam o Carnaval no Estado. 

Com a maior festa de rua do planeta, a capital baiana respira Carnaval até Quarta-Feira de Cinzas (1°/3). Com parque hoteleiro de cerca de 40 mil leitos, os meios de hospedagem de Salvador devem alcançar a ocupação de 95% neste Carnaval. A expectativa é que 600 mil turistas brinquem o Carnaval, injetando R$ 665 milhões na economia da cidade. Entre os visitantes esperados em Salvador, 60 mil são estrangeiros.

São turistas e foliões brasileiros vindos principalmente de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Distrito Federal, além de estrangeiros da Argentina, Espanha, Itália, França, Alemanha e Estados Unidos, que vão injetar cerca de R$ 1,5 bilhão na economia baiana durante o período da festa.

Pertinho da capital - Um dos destinos mais badalados do Litoral Norte, Praia do Forte, na Costa dos Coqueiros, registra 90% de ocupação.  Mas, de acordo com a Associação Comercial e Turística da Praia do Forte (Turisforte), a expectativa é que chegue a 100% nos últimos dias do Carnaval. Entre albergues, pousadas, hotéis e resorts, o destino conta com mais 8 mil leitos.

De sexta-feira (24.2) a terça-feira (28.2), a charmosa vila de pescadores vai entreter os visitantes com desfiles de blocos, além de sediar o “Bloquinho do Forte”, com shows de Banda Eva e Jau, no domingo (dia 26.2). Além dos 12 quilômetros de praias delimitadas por dunas, coqueiral, piscinas naturais, Praia do Forte oferece um sítio histórico que abriga o Castelo Garcia D´Ávila, a Reserva de Sapiranga, as corredeiras do Rio Pojuca, restaurantes, bares e lojas.

 

Repórter: Marilena Neco

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.