• Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Sei Bahia
  • 5,6 Milhões de Turistas

Notícias

27/12/2017 14:12

Ações da Setur em 2017 contribuíram para o destaque da Bahia no ranking turístico



Ao longo do ano de 2017 a Secretaria do Turismo do Estado da Bahia (Setur) realizou diversas ações, acordos e negociações para atrair mais turistas aos destinos baianos e, ao mesmo tempo, oferecer um receptivo qualificado e apto a receber os visitantes. Como resultado, direto ou indireto, a Bahia deve atrair neste verão – estação que representa 37% de todo o movimento turístico do estado – um total estimado em 5,6 milhões de turistas.

A oferta de voos extras para o estado ultrapassou o dobro, passando de 1,5 mil, no verão anterior, para 3,4 mil. E a Bahia mantém-se em posições de destaque no ranking do turismo: é o destino preferido dos paulistas, como revelou pesquisa do DataFolha, e foi incluída entre as regiões imperdíveis para se visitar em 2018 pelo renomado guia internacional Lonely Planet.

Uma das medidas importantes para incrementar o turismo no estado foi a redução em maio, por parte do Governo do Estado, da alíquota de ICMS para o querosene de aviação, com o objetivo de possibilitar novos voos domésticos e internacionais para Salvador e outros municípios. Em consequência, a Setur e a empresa aérea Avianca celebraram em setembro o lançamento de um novo voo regular entre Bogotá, na Colômbia, e Salvador.

Em outubro, foram acertados com a Latam Linhas Aéreas novos voos internacionais, vindos de Buenos Aires e Miami para Salvador, a serem operados a partir de março e abril de 2018, respectivamente. Já no dia 7 de dezembro entrou em operação a terceira frequência da companhia aérea Air Europa, que liga Madri a Salvador. E a partir de junho de 2018 entra em operação o voo Rosário (Argentina)-Salvador. Com estes acordos, a Bahia passa a ter 26 voos internacionais por semana. O estado recebe também mais de 700 voos nacionais regulares, vindos de todo o país.

Ao longo do ano a Setur participou de eventos como a 25ª Brazil National Tourism Mart (BNTM), a Exporural e a Fenagro e deu passos importantes para a consolidação de roteiros temáticos como a Rota dos Engenhos e a Estrada do Chocolate. Esteve presente também, através da Bahiatursa, em vários eventos internacionais, como a Feira Internacional de Turismo (Fitur), em janeiro, em Madri, onde a importância da Bahia no cenário internacional foi reconhecida com o prêmio Silvia Zorzanello.

Em março, a diversidade turística da Bahia ganhou ampla visibilidade na Feira Internacional de Turismo de Lisboa (BTL), assim como na 22ª Feira Internacional de Turismo (FIT) da América Latina, no final de outubro, na Argentina. Outro evento em que os destinos turísticos baianos foram vendidos amplamente foi a 45ª Abav Expo Internacional de Turismo, realizada no final de setembro em São Paulo, onde, entre outras ações, a Setur atuou na prospecção de novos voos e cruzeiros marítimos. A Bahia marcou presença em cerca de 60 eventos nacionais e internacionais voltados para o setor.

Turismo náutico

Na área do turismo náutico a Setur trouxe de volta, após dez anos, a maior regata transatlântica do mundo, a Transat Jacques Vabre, com protocolo de intenções já assinado para sua realização também em 2019, e negocia para trazer ao Estado outras importantes regatas internacionais.

A Setur também consolidou o roteiro náutico, com foco no turismo cultural, que contempla 18 municípios da Baía de Todos-os-Santos (BTS) incluídos na matriz de ações do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur).

Ao longo de 2017, o Prodetur esteve focado na execução de ações como o estudo de mercado de demanda náutica e cultural, o planejamento dos destinos turísticos e identificação dos atrativos culturais, o plano de gestão do Museu Wanderley Pinho, em Candeias, e a elaboração dos projetos executivos para requalificação urbana da borda da BTS, dentre outras. Foi um período-chave para a alavancagem do programa, uma vez que foram iniciados os processos de contratação de aproximadamente 50% de suas ações. O avanço médio das contratações chegou a 24%, enquanto nos anos anteriores era de 9%.

Captação e infraestrutura

No período entre janeiro e junho de 2017 foram inaugurados quatro empreendimentos turísticos no estado, com investimento de no mínimo US$ 34 milhões, gerando 173 empregos diretos.

Para a melhoria da infraestrutura em importantes zonas turísticas várias obras foram realizadas, como a requalificação de uma praça em Lençóis e a primeira etapa da recuperação do Centro de Convenções de Ilhéus. Iniciadas em junho, as obras deste equipamento, que atende ao turismo de negócios no sul do estado, entraram na segunda etapa, com investimentos de cerca de R$ 300 mil em reformas e modernização. Já um atracadouro em Camamu encontra-se em finalização.

A Setur também foi parceira na recuperação da Fortaleza de Morro de São Paulo, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e importante atrativo histórico-cultural. Realizadas em duas etapas, as obras foram finalizadas em novembro e representaram um investimento de R$ 14,4 milhões. A inauguração será no dia 20 de janeiro.

Ações promocionais

Entre as promoções realizadas para atrair turistas ao estado destacam-se duas ações em São Paulo no início de dezembro. A primeira aconteceu no Aeroporto de Congonhas, que teve 12 portões de embarque revestidos com imagens de destinos turísticos baianos. A segunda, um cortejo realizado na Avenida Paulista com 25 baianas tipicamente vestidas, percussionistas e 70 promotores, atingiu um público estimado em 25 mil pessoas.

Para melhor recepcionar o turista na Bahia, a Setur deu continuidade a seus programas de qualificação do trade turístico, como o Pronatec e o Proqualisetur, que em 2017 chegaram, respectivamente, a 59 e 27 municípios. O primeiro abrangeu as 13 zonas turísticas do Estado, enquanto o segundo atingiu nove delas.

Já os profissionais que integram o projeto Guias e Monitores tiveram atuação destacada no Carnaval, realizando 115,6 mil atendimentos em pontos estratégicos de Salvador. A maior procura por informações foi por parte de brasileiros: baianos, paulistas, cariocas, mineiros e pernambucanos. Os argentinos foram os estrangeiros mais atendidos, com 2,5 mil registros, seguidos pelos norte-americanos, espanhóis e chilenos.

Atualizações

Outra frente de atuação da Setur em 2017 baseou-se na atualização de dados ligados ao setor de turismo. A coordenação de regionalização realizou o remapeamento turístico, totalizando na nova configuração 150 municípios. Em todo o estado houve o cadastramento de prestadores de serviços turísticos e de veículos turísticos, com identificação e verificação do perfil de atuação, qualidade e padrões dos serviços oferecidos.

As equipes da Secretaria também procederam ao levantamento da oferta hoteleira em municípios de quatro zonas turísticas: Costa dos Coqueiros, Caminhos do Oeste, Caminhos do Sudoeste e Vale do Jiquiriçá. O controle de qualidade chegou a 15 meios de hospedagem da zona turística Costa dos Coqueiros, 12 da zona Caminhos do Oeste e 13 do Caminhos do Sudoeste.

Houve a atualização ainda dos Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável – PDITS das zonas turísticas Costa dos Coqueiros, Costa do Dendê e Costa do Cacau, pré-requisitos para contratação de convênios de obras em turismo.

Repórter: Eduardo Bastos

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.