• Novas sedes e visturas reforçam segurança no Sudoeste
  • Sei Bahia
  • 5,6 Milhões de Turistas

Notícias

05/01/2018 11:01

Celebrações da primeira sexta-feira do ano atraem turistas ao Bonfim

Uma multidão se concentrou desde as primeiras horas da manhã diante da Basílica do Nosso Senhor do Bonfim, em Salvador, para assistir às missas da primeira sexta-feira do ano, uma tradição do ciclo de eventos religiosos da Bahia. 


 Entre os fiéis, vestidos em sua maioria de branco para pedir proteção ao Senhor do Bonfim, havia muitos turistas, que visitavam a Colina Sagrada pela primeira vez ou que voltavam, depois de se encantarem pelo evento em anos anteriores.


 Em sua segunda visita a Salvador, a paulista Aline Ruppert não queria perder a oportunidade de conhecer o Bonfim desta vez.  "Acho bonito as pessoas virem do país todo  para pedir a bênção e testemunhar esta bela mistura do profano e do religioso", disse, ao chegar às redondezas da basílica com um grupo de amigas baianas.


 Era a primeira vez também para a uruguaia Lorenzia Raciopi, que conduzia a filha num carrinho de bebê, na lateral da igreja, durante uma das missas. "Vim para conhecer, porque é a parte mais religiosa de Salvador, e também para rezar um pouco", afirmou.


 Muitos moradores do interior da Bahia também estavam entre os visitantes que foram à Cidade Baixa conhecer a tradição do Bonfim. A estudante Luíza Carvalho veio de Itabuna, no sul do estado, e contagiou-se com o clima religioso logo na entrada da igreja.  "Estou achando lindo esta energia das pessoas, todo mundo convivendo em paz e amor, é sensacional", elogiou.


 Já a professora Emanuelle Brito, de Jequié, afirmou que foi à Colina Sagrada atraída pela fama da tradição religiosa. "Eu sempre ouço falar muito sobre o Bonfim, por isso vim conhecer".


 As missas  da primeira sexta-feira do ano na igreja do Bonfim são realizadas de hora em hora ao longo do dia, desde às 5h. A última será realizada às 18h.

 

Repórter: Eduardo Bastos

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.