• banner gov

Destinos

30/01/2024 17:01

Lençóis, Camaçari e Esplanada vão ganhar novos equipamentos turísticos

Terminal rodoviário e turístico, em Lençóis (Chapada Diamantina); Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e reforma de praça, em Arembepe, na Orla de Camaçari (Costa dos Coqueiros); e ciclovia no distrito de Baixio, em Esplanada (Costa dos Coqueiros). Juntas, as novas obras estruturantes vão custar R$ 15 milhões. O contrato para o repasse da verba foi assinado, nesta terça-feira (30), entre a Secretaria de Turismo da Bahia (Setur-BA) e a Caixa  Econômica Federal, em Salvador. São recursos do Orçamento da União, por meio de emenda parlamentar do senador Otto Alencar. O ato teve a participação dos secretários estaduais Maurício Bacelar (Turismo) e Luiz Caetano (Relações Institucionais), dos deputados federais Bacelar e Ivoneide Caetano, da deputada estadual Ivana Bastos e de prefeitos e vereadores dos municípios beneficiados.

 

“A liberação da emenda foi para atividades turísticas prioritárias do Governo do Estado, e tivemos o esforço da Caixa em dar celeridade ao processo. No caso de Lençóis, o novo terminal rodoviário vai interligar os municípios da região. Já em Arembepe e Baixio, são equipamentos que irão qualificar os destinos. A licitação para o início das obras será feita ainda no primeiro semestre”, explicou o titular da Setur-BA, Maurício Bacelar

 

 “Este é um momento feliz, a realização de um sonho não só de Lençóis, mas da Chapada, com a garantia do complexo rodoviário, que será construído ao lado do aeroporto, em terreno cedido pela nossa prefeitura”, declarou a prefeita de Lençóis, Vanessa Senna.

 

Para o prefeito de Esplanada, Nadinho da Serraria, “a ciclovia vai dar mais segurança, porque não há acostamento no acesso à praia de Baixio pela rodovia, o que é um risco para baianos e turistas que praticam o ciclismo”.

 

“A Caixa está se transformando no maior parceiro de políticas públicas do Governo da Bahia. Nosso objetivo é superar as barreiras e gerar emprego, renda e desenvolvimento social”, afirmou o superintendente de Rede da Caixa, Cássio Melo.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.