• Orientações Covid 19

Notícias

19/03/2020 20:03

Setur participa de videoconferência sobre medidas para o Turismo

O secretário do Turismo da Bahia, Fausto Franco, participou de videoconferência do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur), que reuniu lideranças do setor de todo o Brasil, na tarde desta quinta-feira (19). O objetivo era ouvir do ministro do Turismo, Álvaro Marcelo Antônio, respostas para solicitações encaminhas pelo Fornatur de medidas para minimizar os impactos da crise provocada pela pandemia de Coronavírus na atividade turística.

Entre as medidas anunciadas pelo ministro estão a redução das taxas de juros para  o Fundo Geral do Turismo (Fungetur), de 7% para 5%,com aumento da carência de seis para 12 meses, e a flexibilização do acesso ao crédito junto a instituições como Banco do Brasil, Caixa e Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), entre outras.

O ponto mais delicado, dentre as medidas, é a suspensão temporária dos contratos de trabalho no setor. O ministro anunciou a possibilidade do empregado desligado sacar até  50% do Fundo de Garantia por Tempo de Serviços (FGTS) como forma de minimizar o impacto.

O secretário Fausto Franco frisou a importância da intermediação do ministro Marcelo Álvaro junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para permitir a fiscalização, por parte de funcionários da saúde, de passageiros que desembarcam nos aeroportos. “Este controle é importante para ajudar a conter a disseminação do vírus em nosso estado”, afirmou.

Nesta quinta-feira, a Justiça Federal autorizou a implantação da barreira sanitária, por funcionários da Secretaria de Saúde do Estado, nos aeroportos da Bahia.

Outros tópicos - A criação, em mídia digital, da campanha Não Cancele, Remarque, relativa à compra de passagens para destinos turísticos, e a campanha de conscientização para uso da plataforma consumidor.gov.br, com o objetivo de melhorar a relação entre consumidor e empresas aéreas, foram outros tópicos da videoconferência do Fornatur com o ministro Marcelo Álvaro.  Além destas medidas, ele destacou a possibilidade de descentralização de  verbas da Embratur para os estados e um plano de repatriação para brasileiros no exterior.

Na terça-feira (18), o ministro do Turismo já havia anunciado um pacote de medidas, entregues ao Palácio do Planalto e ao Ministério da Economia, para conter os prejuízos no setor causados pela pandemia de Coronavírus. Entre as propostas está a disponibilização de  R$ 381 milhões, por meio do Fungetur, para empresários.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.