• Banner para acesso ao site bahia.com.br
  • Bahia estado voluntário
  • Bahia estado voluntário
  • Parlamento Feminista

Notícias

03/12/2019 15:12

Prédio e acervo do Mosteiro de São Bento são potenciais atrativos turísticos da Bahia


Construído no final do século 16 por monges beneditinos, o prédio do Mosteiro de São Bento, na região central de Salvador, preserva um acervo grandioso de obras sacras e é um monumento da arquitetura monástica do Brasil. Suas instalações, de proporções imensas e com amplos espaços de jardins, são potenciais atrativos para turistas e para os próprios baianos residentes na capital.

Na tarde desta segunda-feira (2), o secretário estadual do Turismo, Fausto Franco, participou de uma visita guiada pelo prédio do Mosteiro e constatou sua importância como atrativo turístico da Bahia. “Temos aqui um monumento patrimonial cheio de obras raras e uma biblioteca maravilhosa que, com certeza, muitas pessoas que moram na cidade não conhecem”, afirmou.

Na visita guiada por Dom Prior Rafael Soares, acompanhado do diretor cultural do Mosteiro, Dom Anselmo Rodrigues, o secretário circulou pela igreja e instalações como a Sala Capitular, com quadros que retratam a Morte de São Bento, O Juízo e O Paraíso; a Sala dos Bispos, que reúne quadros de personalidades como Dom Augusto Álvaro, o famoso Cardeal da Silva; e um corredor, com quadros de panoramas da cidade antiga.

Outras áreas visitadas foram a Sala dos Papas, a Sala de Leitura,o jardim, onde somente os monges circulam, a área de recreio, a sala de reuniões, a sala de refeitório e a Capela Abacial.

A biblioteca é um universo à parte, dividida em três áreas distintas: Acervo Geral, Obras Raras e Arquivo Histórico. Entre as raridades estão o livro “Sentenças”, de Duns Scoto, datado de 1503 e obra mais antiga do Mosteiro, e o livrinho “Regra de São Bento”, de 1841. A maioria dos livros pode ser consultada pelos interessados no local.

As missas na Igreja de São Bento são celebradas de segunda a sexta-feira, às 7 horas e às 12h30; aos domingos, às 10 horas, e aos sábados, às 7 horas. Atração à parte são as missas de domingo com o coral beneditino entoando cantos gregorianos. O Mosteiro de São Bento reúne atualmente 28 monges. Entre as personalidades que já visitaram o local está a chanceler alemã Angela Merkel. Participou também da visita guiada ao prédio nesta segunda-feira o historiador Rafael Dantas, da Secretaria do Turismo da Bahia.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.